07.05.2020

Áreas de Prática: Financeiro

Setores: FinTech

PORTUGAL FINLAB | Candidaturas para Segunda Edição até 29 de Maio de 2020

O que é o PORTUGAL FINLAB?

É um canal de comunicação entre novos intervenientes no mercado com projetos ou produtos financeiros inovadores de base tecnológica e as autoridades reguladoras portuguesas (Banco de Portugal, CMVM e ASF), coorganizado pela Portugal Fintech. Através dele, os Reguladores fornecem orientações aos participantes sobre como navegar e operar no sistema regulatório.

O objetivo do PORTUGAL FINLAB é apoiar o desenvolvimento de soluções inovadoras em FinTech e áreas conexas, através da cooperação.

A primeira edição teve início em 2018 e de acordo com o relatório publicado pelo Portugal Finlab obteve mais de 40 candidaturas, incluindo cerca de 30% de empresas estrangeiras, tendo sido selecionadas 10 destas empresas.

A segunda edição começou em Janeiro de 2020, tendo sido recebidas 21 candidaturas, das quais 16% são empresas estrangeiras, tendo sido selecionados cinco participantes.

Está agora aberta a 2.ª fase desta edição que se prolongará até 29 de Maio de 2020. De acordo com a informação disponível no respetivo site a 22 de Junho serão notificados os participantes selecionados e a apresentação dos respetivos projetos decorrerá em Julho de 2020.

 

Quem se pode candidatar?

Todos aqueles que se pretenderem lançar no mercado com projetos de inovação financeira incluindo das áreas de Fintech, InsurTech, RegTech. O PORTUGAL FINLAB pode revelar-se um instrumento útil não só para start-ups, mas também para as empresas que pretendam expandir-se ou estejam perto de se tornar internacionais.

 

Candidaturas

Para selecionar os candidatos, todas as candidaturas apresentadas serão examinadas pelo Comité Técnico de PORTUGAL FINLAB, de acordo com critérios pré-estabelecidos. Ao participar, os candidatos poderão reunir-se diretamente com os Reguladores, para se inteirarem dos requisitos regulamentares a que estão vinculados durante a execução dos seus projetos e do modo de operar no ordenamento jurídico português. A observação independente de cada Regulador será compilada num documento único e apresentada aos Participantes.

 

As candidaturas são feitas online até ao dia 29 de Maio de 2020, conte com a nossa equipa especializada em Fintech.

 

Conhecimento

Por defeito, este site usa cookies.
Estes cookies destinam-se a optimizar a sua experiência de navegação neste site.

Saiba Mais