01.03.2017

Isabel Sabino

Isabel Sabino nasceu em Lisboa, 1955.

Docente no E. Secundário (1976-1982); professora em Belas Artes (ESBAL/FBAUL), desde 1982, atualmente professora catedrática. Membro do Centro de investigação Cieba (FBAUL), i2ads (FBAUP), da ANBA (Academia Nacional de Belas Artes), da Sociedade Nacional de Belas Artes e da Cooperativa Diferença.

Expõe trabalho de pintura, desenho e outros projetos artísticos desde 1977 em coletivas e individualmente desde 1985, participando também em workshops e residências artísticas. Tem ainda publicado dezenas de textos sobre pintura e artes visuais.

Exposição

São apresentadas, nesta exposição, obras de várias séries. Four Seasons, Ela e Dilúvio.

Four Seasons é uma série constituída por doze pinturas - “...como que para 12 meses, cumprem a totalidade de um ciclo organizado em 4 grupos (4 estações), cada um com 3 pinturas. Na génese das imagens fundamentais há 4 fotografias e 4 filmes. Em cada um desses grupos de 3 pinturas, uma imagem fotográfica funciona como um cliché da estação do ano, dando origem a 3 versões próximas. A manipulação digital a que as fotos são sujeitas fraciona-as em duas metades falsamente simétricas, como que em negativo, reflexo ou fantasma distanciador, deixando depois que se manifestem ocorrências formais e pictóricas mais livres, para metaforizar a síntese final”. Surge um outro conjunto de trabalhos, Ela, todos com nomes femininos ou heroínas de filmes e que apontam mais para uma pesquisa elaborada no sentido da ficção e do contar das histórias que podemos encontrar nos seus textos escritos. Na série Dilúvio a artista apresenta uma série de peças que, por necessidade de metaforizar situações pessoais, tornou real imagens que a inquietavam e que deambulam pelo político e pelo poético.

Visite a nossa página do projeto cultural

 

 

 

Por defeito, este site usa cookies.
Estes cookies destinam-se a optimizar a sua experiência de navegação neste site.

Saiba Mais